Postado em 10/01/2020

Um dos temas de maior polêmica que se vê nas salas de musculação é a forma correta de como fazer o aquecimento.
Para resolver essa dúvida, pesquisadores brasileiros submeteram voluntários a três protocolos distintos, imediatamente antes da musculação:

- Aalongamento passivo;
- Alongamento FNP (que envolve contração muscular seguida por relaxamento + alongamento);
- Aquecimento específico em aparelho.

Ao final, observou-se que o aquecimento específico nos aparelhos foi a intervenção mais eficiente para o desempenho no treinamento de força. Isso se deve ao aumento da temperatura corporal e da vascularização, e à diminuição da viscosidade muscular.

Essas informações podem nos ajudar a poupar um tempão na musculação, além de focar o treino nos objetivos dos alunos (que, muitas vezes, não desejam o treinamento aeróbio como parte de suas rotinas de treinamento).

Conheca nossos cursos de Pós-Graduação em Educação Física

 

Contatos

Biblioteca Digital

Facebook