Postado em 10/06/2019

A alimentação de um praticante de atividade física quando comparada à alimentação de um atleta difere em vários aspectos, porque segue objetivos diferentes. Confira dicas de nutrição para os praticantes de atividade física regular, visando o aumento de massa muscular e a perda de gordura:

Carboidratos
Todos possuem estoques de carboidrato, porém são limitados, por isso fique atento ao consumo. Para aqueles que desejam emagrecer, nada de fazer dietas radicais. Dê preferência a carboidratos complexos (batata, macarrão, arroz integral, pão, etc). De 1 a 2 horas antes dos exercícios, o ideal é consumir pelo menos uma fonte deste nutriente. Ele dará a energia que o corpo precisa que seja gasta no exercício, recuperando também os músculos.

Proteínas
Quanto à proteína, a recomendação é  que faça parte de 10 a 15% da alimentação diária do adulto. Ao contrário do que muitos imaginam, proteínas devem ser consumidas na quantidade certa. Destacam-se alguns alimentos que são fontes deste nutriente, tão essencial para o organismo, como leite, iogurtes, queijos, carnes, ovos, feijões e algumas leguminosas. Mas tenha cautela! Estes alimentos não devem ser ingeridos antes do início das atividades físicas, uma vez que têm uma digestão mais lenta e podem atrapalhar o rendimento.

Lipídeos
Possuem função energética e através deles é possível obter as vitaminas lipossolúveis, A,D, E e K . A ingestão dos lipídeos deve constituir em torno de 25 a 30% da alimentação total diária.
A recomendação geral é que uma alimentação equilibrada faça parte da rotina de todos. Cereais, leguminosas, verduras, frutas, carnes, leite e derivados facilmente contribuem para que você atinja um bom desempenho e um ótimo rendimento, quando o assunto é a prática de exercícios.

Contatos

Biblioteca Digital

Facebook