Postado em 24/10/2019

Por definição, antioxidante é um composto químico que reduz os efeitos oxidativos de lipídios, proteínas e ácidos nucleicos, ocasionados por radicais livres. Entre os antioxidantes mais conhecidos, podemos citar os minerais magnésio, selênio e zinco, e as vitaminas A, C e E.
Pesquisas recentes mostram que o consumo adequado de antioxidantes é uma necessidade para os praticantes de atividades físicas, em razão do estresse físico causado pelas lesões derivadas da prática desportiva.
Outro problema decorrente da falta de antioxidantes é o estresse oxidativo, um desequilíbrio entre a produção de radicais livres e de antioxidantes. É importante monitorar esse índice para verificar o desempenho esportivo e o bem-estar clínico do paciente.
Como a nutrição e a atividade física se entrelaçam cada vez mais, é necessário que o nutricionista insira na dieta do paciente alimentos ricos em aminoácidos, vitaminas e sais minerais, e a possível necessidade de suplementação de antioxidantes, evitando assim os efeitos degenerativos do estresse oxidativo.
Para preparar uma dieta adequada para um paciente atleta, é necessário que o profissional se especialize em Nutrição Esportiva, e
para prescrever uma suplementação por meio de produtos fitoterápicos, para uma abordagem menos agressiva, é necessário que o nutricionista faça uma especialização e passe na prova do Conselho.
Aqui na FMU, oferecemos a pós-graduação semipresencial em Prescrição de Fitoterápicos e Suplementação Nutricional Clínica e Esportiva. Clique aqui para saber mais!

 

Contatos

Biblioteca Digital

Facebook