Pesquisa tenta explicar o que motiva as pessoas a frequentar uma academia

Postado em 02/10/2017

Devido ao grande volume de informações que somos bombardeados diariamente, grande parte da população passou a entender o contexto entre alimentação x sedentarismo, e passaram a viver mais ativos com a pratica de exercícios fisicos e alimentação saudável.

Alternativas para se manter em movimentos não faltam, as academias ainda estão no topo da lista, assim como estúdios de Pilates, os espaços de Crossfit, treinamento funcional e afins. Dessa forma, o mercado pulsa com diversas opções que buscam envolver o consumidor e proporcionar diferentes tipos de experiência quando o assunto é treino.

Mas a pergunta que ainda não quer calar consiste em: o que motiva uma pessoa a frequentar uma academia?

Pensando em encontrar respostas , dois pesquisadores, do Brasil e do Canadá fizeram um estudo e encontraram alguns caminhos que podem ajudar os empreendedores da saúde.

Resumo da Pesquisa

Motivação é entendida dentro do contexto da teoria da Autodeterminação. Esta sugere que uma pessoa pode ser motivada em diferentes níveis. O estudo procurou verificar a existência (ou não) de diferenças estatisticamente significativas (p < 0,05) entre os índices motivacionais de seis dimensões (Controle de Estresse, Saúde, Sociabilidade, Competitividade, Estética e Prazer), controlando-se as seguintes variáveis: sexo e grupo de idades.

O IMPRAF-126 (Inventário de Motivação à Prática Regular de Atividade Física) foi respondido por 300 praticantes de ginástica em academias de Porto Alegre/RS, de ambos os sexos e com idades variando entre 18 e 65 anos. As diferenças foram interpretadas conforme a teoria da autodeterminação e do desenvolvimento vital humano.

Um dos importantes resultados encontrados indica que a dimensão Saúde é a que mais motiva os praticantes de ginástica em academias, quando controladas as variáveis Sexo e Grupo de Idades. Novos estudos devem ser conduzidos a fim de verificar possíveis diferenças no perfil motivacional quando controladas outras variáveis.

Link direto para o artigo:http://www.revistas.usp.br/rbefe/article/view/16683/18396

Autores:Marcos Alencar Abaide BALBINOTTI, Carla Josefa CAPOZZOLI

Publicação:Rev. bras. Educ. Fís. Esp., São Paulo, v.22, n.1, p.63-80, jan./mar. 2008

Contatos

Biblioteca Digital

Facebook