Postado em 02/10/2018

Já pensou se ao invés das atividades tradicionais escolares como, vôlei futebol basquete e etc fossem incluídas aulas de skate?
Felizmente, essa pode ser a realidade das novas gerações.
Um projeto de lei apresentado no dia 11 de Julho pelo deputado Felipe Carreras quer o skate como parte do currículo escolar.
O projeto está em processo de apreciação das das Comissões Conclusivas e entrará em vigor caso seja aprovado.

Confira abaixo a justificativa do projeto!
De acordo com pesquisas do Datafolha, de 2012, no Brasil existem quase 4 milhões de skatistas. O conhecimento dos anseios dos alunos em relação às atividades físicas está levando a uma mudança radical nos currículos oferecidos nas escolas, pois, o que se percebe é que eles estão saturados das atividades repetitivas e, da forma pouco estimulantes como vêm sendo oferecidas, não estão promovendo muitas alterações na atividade física dos alunos.
Existem inúmeras fontes que o profissional de Educação Física pode buscar para resolver esse “problema”, nesse caso, uma das saídas pode ser os benefícios que o Skate pode proporcionar nas aulas de Educação Física.
Nas aulas de educação física escolar, o professor pode utilizar diversas ferramentas pedagógicas e estratégias de intervenção, por meio de experimentações motrizes que convergem a processos de desenvolvimento motor que se revela, basicamente, por alterações no comportamento motor, durante todo o ciclo da vida, em reação aos desafios enfrentados diariamente, em um mundo em constante mutação. 

Matéria Completa em:http://triboskate.ativo.com/noticias/skate-no-curriculo-escolar/
 

Contatos

Biblioteca Digital

Facebook